Arte

EXPOSIÇÕES

A CIDADE EM MOVIMENTO
Data: 22 a 27 de agosto
Horário: a partir da 15h
Local: Praça da Estação

Instalada em painéis e andaimes na Praça da Estação, a exposição “Coletivos – A Cidade em Movimento” apresenta imagens selecionadas e representativas de coletivos que integram a cena contemporânea e estão em diálogo com as questões, pulsações e movimentos atuais da cidade Belo Horizonte e sua Região Metropolitana, e que são expressos em manifestações artísticas e políticas.

DUELO DE MCS – UMA DÉCADA OCUPANDO AS RUAS
Data: 22 a 27 de agosto
Horário: a partir da 15h
Local: CentoeQuatro - Centro Cultural

duelo_de_mcs_-_19-03-17_1pablo_bernardo_1
Duelo de MCs
Foto: Pablo Bernardo

A exposição é um recorte da exposição original, realizada com o Edital de Ocupação de Fotografia da Fundação Clóvis Salgado e tem curadoria da Família de Rua e do fotógrafo Pablo Bernardo. Selecionadas a partir do acervo da FDR, as imagens contam a história do Duelo de MCs, desde suas primeiras edições, ainda na Praça da Estação, até os dias atuais, embaixo do Viaduto Santa Tereza, já estabelecido como um dos maiores encontros da cultura Hip-Hop brasileira.


PERFORMANCE AUDIOVISUAL
Data: 22 de agosto
Horário: às 20h
Local: Cine Theatro Brasil Vallourec

Tema central da 11ª Mostra CineBH: Cinema de Urgência
Direção: Chico de Paula e Grazi Medrado
Roteiro: Raquel Hallak, Chico de Paula e Grazi Medrado
Apresentadora: Lira Ribas e David Maurity
Trilha ao vivo: G.A. Barulhista
Design de vídeo: Bruno Cardieri
Participações especiais: Douglas Din, Duo Paralelo (Marise Dinis e Ailtom Gobira), Passistas Dancy (Lá da Favelinha)

CHICO DE PAULA

chicodp_01-_foto_leo_lara
Chico de Paula
Foto: Leo Lara

Artista audiovisual e poeta. Desenvolve performances, espetáculos intermidiáticos, instalações e conteúdos audiovisuais interativos para museus. Com formação em Arquitetura e Design, trabalha em diversos suportes, com foco na pesquisa de linguagem, a partir da tecnologia. Criou a Arquipélago como um ateliê de arte de fronteira, sempre em consonância com artistas de áreas e influências diversas, que tem na inquietude um motor para as suas ações.

GRAZI MEDRADO

grazi_medrado_05_foto_mariana_valentim
Grazi Medrado
Foto: Mariana Valentim

Atriz, diretora artística e produtora cultural. Trabalha com diversos artistas, grupos e coletivos de teatro, música, dança, arte urbana, audiovisual e performance de Belo Horizonte.
Atualmente colabora com a Segunda Preta - movimento que fomenta e promove debates e apresentações de experimentos cênicos de artistas negrxs da cidade. É coordenadora de produção do Galpão Cine Horto, centro cultural do Grupo Galpão.

DAVID MAURITY

david_maurity_-_foto_flavio_charchar
David Maurity
Foto: Flávio Charchar

É ator e um dos fundadores da Toda Deseo, coletivo de teatro que tem como pesquisa para os seus trabalhos questões relacionadas às identidades de gênero e diversidade sexual. Criado em 2013, o coletivo nasce na cidade de Belo Horizonte. Transgressoras e encorajadoras, as ações desse coletivo visam garantir a liberdade de expressão e da participação das pessoas “trans” na vida social e cultural da cidade. Além do seu trabalho na Toda Deseo, David é pesquisador e estudante do programa de pós-graduação em Estudos Literários da Universidade Federal de Minas Gerais.

DOUGLAS DIN

douglas_din_-_7_bh_tattoo_festival_-_09-04-17_4_foto-pablo_bernardo
Douglas Din
Foto: Pablo Bernardo

Douglas Din é um dos grandes MCs brasileiros da atualidade. Filho das batalhas que acontecem no palco do Viaduto Santa Tereza, o MC mineiro se dedica cada vez mais ao processo de composição escrita. Em 2014 lançou seu primeiro álbum cheio, intitulado “Causa Mor”. Em 2015 lançou o experimental “Ensurdecedor”. Logo após vieram o singles “Ah mah” e “Gueto”, com destaque para o primeiro, fruto de uma parceria com o beatmaker ENECE. O último lançamento é o single “Preto”, sobre a luta pelos direitos da população negra do país e do mundo, onde Douglas Din coloca pra fora o seu, e não só seu, hino de guerra.

DUO PARALELO

gobira_e_marise_duo_paralelo
Duo Paralelo

Formado por Ailtom Gobira e Marise Dinis. Gobira é poeta e performer, tendo publicado os livros de poemas A Cabeça na Lua a Poesia na Rua (1984), Aos Trampos e Barrancos (1985) e 9s Fora (2015).Concebeu e participou dos espetáculos: “Suburbanos”, “Poemas de vida e morte” e “Labirintos, Poesia de Jorge Luís Borges”. Marise Dinis é artista da dança e atua desde 1990 tendo integrado grupos como 1º Ato, Camaleão e Benvinda Cia de Dança. Desde 2002 atua como bailarina independente desenvolvendo trabalhos solo e em parceria com artistas e grupos da cidade de Belo Horizonte. Desenvolve o projeto “Incerto Instante”, espetáculo/ instalação/ oficina que propõe o diálogo entre dança, poesia, áudio visual e música, todos regidos pela composição instantânea. Em 2016, estrearam o espetáculo multimídia “Incerto Instante”, cujo foco é a improvisação.

LIRA RIBAS

lira_-_foto_nataly_taccola
Lira Ribas
Foto: Nataly Taccola

Atriz, diretora, produtora e figurinista. Ganhou o prêmio de melhor atriz do 49º Festival de Cinema de Brasilia com o curta “Estado Itinerante”de Ana Carolina Soares. Atuou como atriz em vários filmes e espetáculos Performer e diretora artística da banda "Bloco Magnólia".

 PASSISTAS DANCY 

27062017_foto_jackson_romanelli_0483
Passistas Dancy
Foto: Jackson Romanelli

É o grupo de Passinho foda do aglomerado da serra. Criado no início de 2016 o grupo já apresentou e ministrou oficinas nos principais circuitos culturais da cidade, rabiscando em palcos consagrados como do grande teatro do palácio das artes a resenhas e bailes funks do aglomerado da serra. Semanalmente o grupo ministra oficinas de passinho no Centro Cultural Lá da Favelinha, ensinando crianças e adolescentes as bases do passinho e outras danças do funk, visando além da pratica da dança o protagonismo negro e juvenil, redução de violências urbanas e bem estar através da cultura. Os Passistas Dancy também são percursores e principais campeões da Disputa Nervosa que é a batalha de passinhos produzida pelo Centro Cultural Lá da Favelinha. O grupo acumula 6 títulos em sete edições da Disputa.


PERFORMANCE MUSICAL

G.A BARULHISTA
Data: 23 a 26 de agosto
Horário: às 22h30
Local: CentoeQuatro - Centro Cultural

barulhista_marco_aurelio_prates2
G.A. Braulhista
Foto: Marco Aurélio Prates

O músico G. A. Barulhista utiliza os ruídos como matéria-prima para uma interessante mistura de sons do cotidiano com elementos eletrônicos e de bateria. Barulhista é um “bricoleur”. Gravou sua primeira fita k7 quando tinha 12 anos, cheia de ruídos de seu quintal, e hoje faz música com base em experiências do dia a dia. Faz versos, sons, conversas, concertos, e, como ele mesmo diz, música para dançar sentado.


SHOWS

POCKET SHOWS FAMÍLIA DE RUA + DUELO DE MC’S
Data: 25 de agosto
Horário: às 23h30
Local: CentoeQuatro - Centro Cultural

duelo_de_mcs_nacional_2016_1pablo_bernardo
Duelo de MCs
Foto: Pablo Bernardo

O “Duelo de MCs”, fez o Hip Hop de Minas Gerais ir além de Belo Horizonte, ao mesmo tempo, em que trouxe o Hip Hop de todo o Brasil para o Viaduto Santa Tereza, na capital mineira. O encontro começou pequeno e espontâneo com amigos fazendo rodas de rima improvisada na Praça da Estação. O Duelo de MCs cresceu, formou grandes MCs, lutou pelo direito à cidade, recebeu muitos artistas do Brasil e do mundo, ganhou visibilidade e realizou cinco edições do Duelo de MCs Nacional, encontro que reúne artistas e amantes da cultura Hip Hop de todo o país na disputa pelo título de melhor improvisador da cultura Hip Hop brasileira. Quem assina a realização do projeto é a Família de Rua. Todas as ações realizadas pelo grupo tem como base os princípios da cultura urbana, do Hip Hop e do skate (“Família de Rua Game of Skate”) e em torno deste universo são promovidas ações que buscam integrar a juventude brasileira e ocupar espaços públicos culturalmente.

FRONTEIRA – FABRÍCIO CONDE TRIO            
Data: 26 de agosto
Horário: às 11h
Local: Praça Duque de Caxias (Praça Santa Tereza)

fabricio_conde_fotos_por_yves_lacan
Fabrício Conde
Foto: Yves Lacan

Há vinte anos, o músico Fabrício Conde dedica seu trabalho aos estudos da viola caipira e da música instrumental brasileira, e, atualmente, em turnês pela América do Sul, pesquisa músicas produzidas nas comunidades rurais de alguns países. Destas viagens e vivências resultaram as composições gravadas no CD Fronteira, mais recente álbum de Fabrício. Seu trabalho, que alia sensibilidade e virtuosismo, já foi apresentado em várias cidades da América Latina e Europa. O trio é formado ainda por Caetano Brasil (clarinete) e Gladston Vieira (bateria).

CANTA VENTO – BRINCANTORIAS
Data: 26 de agosto
Horário: às 15h
Local: Praça Duque de Caxias (Praça Santa Tereza)

brincantorias_cantavento3_foto_juliana_hilal
Cata vento
Foto: Juliana Hilal

O grupo CantaVento realiza um trabalho musical para reunir e encantar toda família. É formado por músicos e educadores interessados na aproximação e no diálogo com o universo musical infantil brasileiro. São sons que desejam esticar nosso olhar poético para o mundo e transformar o palco num lugar de brincadeira! Seu novo espetáculo Brincantorias apresenta cantos de roda, trava línguas, improvisos coletivos para sonhar e brincar junto com as culturas populares do Brasil e de outros cantos do mundo. O grupo é formado por Aline Moraes (flautas), Carol Ladeira (voz), João Arruda (viola e charango), Marcelo Falleiros (violão) e Adriel Job (percussão).

DUO FINLÂNDIA
Data: 26 de agosto
Horário: às 23h
Local: CentoeQuatro - Centro Cultural

duo_finlandia_-_foto_por_kazuo_kajihara

Duo Finlândia
Foto: Kazuo Kajihara

Aclamado grupo formado por um brasileiro – Raphael Evangelista e um argentino Mauricio Candussi, o duo usa elementos da música latino-americana, especialmente dos seus países de origem, misturados a sons contemporâneos. Finlândia acontece em ambientes eletrônicos com instrumentos acústicos como piano, acordeão e violoncelo, criando sets específicos em cada performance e passeando por ritmos como milonga, baião, cúmbia, chacarera, huayno, saya, candomblé, tango e outros.

BRASCUBAZZ
Data: 27 de agosto (madrugada de 26 para 27 de agosto)
Horário:  01h
Local: CentoeQuatro - Centro Cultural

brascubazz_-_henrique_marques_2
Brascubazz
Foto: Henrique Marques

O show remonta os bons tempos de Havana Velha. A mistura entre temas clássicos como Danzón, Son, Chachacha, Guajira e expressões como o Choro, o Baião, o Afoxé e o Maracatu, traz à sonoridade da banda uma característica rítmica, harmônica e melódica singular e de muita força, unindo a cultura brasileira e cubana em formato latinjazz.. O grupo é formado por Rafael Leite (timbales/direção), Bosco de Oliveira (tumbadoras), Tiago Ramos (sax/flauta), Juventino Dias – trompete, Danillo Mendonça (trombone), Gilles Villeneuve (baixo), Bruno Malaguti (teclado) e Raphael Oliveira (produção).

GISELE COUTO - O SAMBA NÃO TEM FRONTEIRAS
Data: 27 de agosto
Horário: às 11h
Local: Praça Duque de Caxias (Praça Santa Tereza)

gisellecouto_meus_encantos_ph_alexandre_rezende
Gisele Couto
Foto: Alexandre Rezende

Depois de uma trajetória de mais de 15 anos como interprete, tendo o samba e o choro um lugar especial em sua jornada musical, Giselle Couto aposta em suas composições, iniciando belas parcerias com compositores mineiros. Influenciada pelo rico acervo brasileiro de sambas desde Pixinguinha, Noel Rosa, Cartola até os contemporâneos Paulinho da Viola, Paulo Cesar Pinheiro e outros grandes nomes, Giselle Couto passeia pelo gênero criando suas melodias cheias da sua personalidade musical, mas com fortes traços do samba tradicional. lança seu primeiro EP independente com cinco faixas que tem direção musical e arranjos do renomado violonista Lucas Telles. Em 2016 fez o lançamento do disco, pelo projeto Dois Na Quinta do BDMG Cultural. O grupo é formado ainda por Geraldo Magela (violões), Alexis Martins (cavaco), Frederico Lazarini (cavaco) e Fábio Martins (percussão).

PÉ DE SONHO
Data: 27 de agosto
Horário: às 15h
Local: Praça Duque de Caxias (Praça Santa Tereza)

pe_de_sonho_div
Pé de Sonho
Foto: Divulgação

O Grupo Pé de Sonho, liderado pelos músicos, compositores e educadores Weber Lopes e Geovanne Sassá, é uma sensação no cenário musical infantil em Belo Horizonte. O trabalho de estréia do grupo é o CD “Pé de Sonho”, que contém um repertório inspirado em temas como animais, família, floresta, bruxas, fazenda, medo, rimas, brincadeiras, etc. O show transporta a magia do CD para o palco. Com a presenca de um grupo de músicos formado por adultos e crianças, a atmosfera é de encanto, fascínio e leveza. Tudo foi projetado para oferecer ao público um universo único de beleza e envolvimento.

CINE-CONCERTOS

ORQUESTRA SESIMINAS - trilha sonora do filme "O Garoto", de Charles Chaplin
Data: 22 e 26 de agosto
Horário: às 19h e 20h (respectivamente)
Local: Praça da Estação e Teatro Sesiminas (respectivamente)

orq_sesi_minas_randre_fossati
Orquestra Sesiminas
Foto: André Fossati

A Orquestra, que completou 30 anos de atividades no ano passado, traz um pouco da sua história, utilizando algumas das mais belas obras que compõem seu repertório como fundo musical do grande clássico de Chaplin. Foram selecionados trechos de obras de grandes compositores como Brahms, Dvorak, J. Strauss, Puccini, Grieg, além dos brasileiros Carlos Gomes e Alberto Nepomuceno, entre outros, na reinvenção de uma trilha sonora exclusiva para o filme, proporcionando ao público uma experiência única de som e imagem.

THE DARK SIDE OF THE RAINBOW - Filme “O Mágico de Oz” com execução ao vivo de “The dark side of the moon”
Data: 27 de agosto
Horário: às 20h 
Local: Teatro Sesiminas

36289066486_e3cac56f92_o
O Mágico de Oz
Foto: Divulgação

O fenômeno The Dark Side of the Rainbow conta que, se executados simultaneamente, filme e músicas apresentam uma correspondência nas letras e na sincronia audiovisual. O mito que intriga fãs do rock progressivo e cinéfilos em todo o mundo promove um efeito surpreendente para o espectador e nunca foi definitivamente esclarecido. A exibição especial com estrutura profissional contará com os músicos por Guilherme “Bicudo” Rancanti (direção musical, programações, guitarra, vocais e teclado) – The Yesterdays; Fred Tafuri (guitarra, lap-steel guitar), Khadhu (baixo e voz) – Cartoon, Led III, Raulzites, Rafael Rocha (teclados e vocais) – Cartoon, Pink Floyd Reunion, Renato Savassi (vocais, saxofone e violão) – Calix, Fernando Nigro - Bateria e percussão, Miss Garandhi (backing vocal) e Flavianne Mara (backing vocal).