BRANCA DE NEVE (SNOW WHITE)

Direção: João César Monteiro

Ficção, Cor, 35mm, 75min, 2000, Portugal

Faixa etária sugerida: a partir de 16 anos.

BRANCA DE NEVE (SNOW WHITE)
Foto: Divulgação

Sinopse:

Robert Walser retoma o conto onde Grimm o deixou. As personagens, na mão do poeta, permitem-se tudo, mesmo fazer uma careta à lenda. Que imprudente ideia, a do príncipe, ter interrompido Branca de Neve no melhor dos sonos e, com um beijo que ela negará sempre, retirá-la do caixão de vidro para a restituir à vida, isto é, à carne, e arrogar-se direitos sobre ela. Se Branca de Neve deseja morrer ou regressar ao país dos seus anões, é porque não está convencida da boa-fé da rainha. A sua madrasta não quis envenená-la? Quando Branca de Neve, salva pelo príncipe, voltou à vida, a rainha, graças aos seus beijos, não incitou, acto contínuo, o caçador a apunhalá-la? o seu nome indica – o qual evoca para nós a morte de Walser na neve – aterrorizados por uma cena bestial entre a rainha e o caçador. O homem está deitado sobre a mulher e as suas atitudes parecem aos dois inocentes de uma brutalidade espantosa. O amor será isto? Uma luta encarniçada? Ó noite, coberta pelo teu manto de lua: a neve, a neve ainda?

Elenco: Diogo Dria, Ana Brando, Maria do Carmo, Reginaldo da Cruz, Lus Miguel Cintra

EXIBIÇÃO

23/10 | domingo • 14h30
Cine Humberto Mauro